Porque é que as dietas não funcionam

Porque é que as dietas não funcionam

Quantos de nós já nos encontrámos em frente ao espelho a pensar: quero perder peso.

A verdade é que os antigos comiam tudo o que conseguiam (ou que o dinheiro permitisse) e nunca tinham problemas de peso. Hoje em dia, parece que beber um copo de água a mais nos engorda!

A estratégia mais conhecida para emagrecer é procurar em todo o lado a dieta perfeita, o comprimido que está na moda ou a receita que a prima do meu tia recomendou. Seja como for, o único objectivo em mente é perder esses kilos extras e pronto.

O resultado final, é voltar ao ponto de partida, em frente ao mesmo espelho a pensar: mais uma vez a dieta não funcionou. O principal erro é que repetimos a mesma estratégia procurando sempre resultados diferentes, mas as dietas não funcionam a longo prazo de forma simples e direta: porque são obsoletas.

Se se sente identificado com o que acabei de descrever, e procura uma solução definitiva, a melhor opção não é uma mudança de dieta, a única solução é uma mudança de mentalidade. Quer saber como alcançá-la?

Se fizer planos para um ano, plante arroz; se fizer planos para uma década, plante árvores; se fizer planos para uma vida inteira, eduque uma pessoa.

A nossa vida hoje em dia é demasiado dinâmica, estamos em constante movimento, vivemos num mundo com responsabilidades laborais, educativas, compromissos sociais e obrigações familiares. É demasiado complicado contar calorias e gramas para seguir a dieta e ao mesmo tempo cumprir com tudo o resto. É demasiado confuso e cansativo, pelo que normalmente abortamos a missão “estar em forma”.

Os problemas de peso são problemas graves enfrentados por milhares de pessoas em todo o mundo. As consequências metabólicas tais como o aparecimento de doenças crónicas (diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares, etc.) são óbvias. Por conseguinte, a manutenção de um peso adequado tem sido relatada como uma prioridade para uma acção imediata!

As dietas actuais estão desactualizadas porque não estão adaptadas às circunstâncias actuais e é por isso que NÃO AS FAZEMOS. Durante vários anos, o esquema não evoluiu à medida que a vida das pessoas o fez. Hoje, vivemos num mundo acelerado, a produtividade triplicou e as exigências do mundo actual trazem exigências que nos obrigam a deslocar completamente a nossa dieta.

O que é necessário é resolver o problema pela raiz, e isto só pode ser conseguido através da construção de novos hábitos de vida a partir do zero. O objectivo deste artigo é explicar porque a mudança de hábitos é a melhor estratégia para a perda de peso e manutenção do peso.

Falemos dos erros das dietas comuns:

  • Uma dieta típica é aquela que diz o que deve comer todos os dias, tem um menu definido com alimentos fixos por dia e normalmente tem porções definidas.
  • Não é pessoal, porque todos têm necessidades energéticas diferentes e uma rotina diária diferente. Seria difícil para si levá-lo para o contexto individual.
  • Limita-o, porque as opções que lhe dá para comer são quadradas.
  • Não tem em conta os seus gostos e preferências, por isso tem pouca aderência.
  • Concentra-se no resultado e não no processo de mudança. Não cria hábitos.
  • As porções são mal concebidas. São demasiado rígidas e impossíveis de seguir.
  • O efeito é temporário. A perda de peso só é conseguida durante a dieta, uma vez que regressa à sua dieta “normal”, também regressa ao seu peso inicial ou ganha peso.

As dietas são desnecessárias, não são permanentes e é uma estratégia inútil quando se procura manter os resultados a longo prazo.

É evidente que a principal razão para ter um peso adequado, é a melhoria da saúde, qualidade de vida e prevenção de doenças, mas para além disso, existem razões pessoais que o levam a perder peso ou, pelo contrário, razões que geram resistência e o impedem de o fazer. Seguir uma dieta não o fará descobrir a razão que o impele ou o faz parar, quanto mais mudar essas razões, o que o fará estagnar na mesma situação uma e outra vez.

Para além de perder peso, o grande desafio para todos é manter um peso adequado. As dietas podem ter um efeito superficial a curto prazo, mas este resultado perde-se com o tempo porque não actuam em níveis profundos da sua mente; e depois recupera os quilos perdidos e perde apenas o desejo de tentar novamente.

Se reparar, a maioria das nossas acções diárias são controladas por hábitos. O nosso inconsciente é o motor da maioria das nossas decisões. Ao mudar e/ou melhorar os seus hábitos alimentares, pode perder peso, mantê-lo fora, e também aprender a lutar com esse pensamento que o impediu de o fazer. Portanto, para além de controlar o seu peso, conseguirá também um crescimento pessoal e uma transformação na sua vida.

Lembre-se que a escolha do que comer é uma decisão poderosa, que tem repercussões em muitas áreas da vida. Uma dieta restringe esse poder de decisão, não lhe ensina a comer; porque só funciona a um nível superficial onde não existe uma mudança permanente. É por isso que mudar um hábito tem muito mais poder do que apenas seguir uma dieta.

Se procura perder peso e manter essa mudança de peso, a melhor estratégia é mudar os seus hábitos alimentares.

De facto, está provado que se incorporar apenas um hábito saudável na sua rotina, verá resultados num curto período de tempo e esse resultado irá se prolongará no tempo. Os resultados de um estudo mostram que o estilo de vida está independentemente associado ao aumento de peso a longo prazo, incluindo o consumo de certos alimentos e bebidas açucaradas, a falta de actividade física, o consumo de álcool, o visionamento televisivo e o tabagismo.

Verificou-se que o aumento de peso médio a longo prazo é gradual, aproximadamente 0,8 kg por ano, mas este modesto aumento de peso, acumulado ao longo do tempo, tem implicações na ocorrência de doenças metabólicas, tais como diabetes, doenças cardiovasculares e cancro; em contraste, alterações no estilo de vida, tais como a melhoria da dieta e da actividade física, fazem uma grande diferença na prevenção do aumento de peso.

O esforço investido na mudança dos seus hábitos irá alcançar resultados permanentes.

Como mudar a sua vida então?

  • Primeiro tem de ter muita força de vontade.
  • Depois tem de se amar a si mesmo e decidir que faz isto por você e não pelos outros.
  • Terceiro, venha à Naturanos ou peça uma vídeo-consulta. Na Naturanos não somos simples nutricionistas, somos seus amigos e queremos ajudá-lo a cuidar de si!

Para mais informações como esta, leia os nossos outros blogs e siga-nos nas nossas redes sociais (Facebook e Instagram).

Uma mudança de hábitos é uma mudança de mentalidade!

One Comment

  1. admin

    hello

Comments are closed.